• Educação,  Textos

    Educando em Comunhão

    A frase-tópico “os homens também se educam em comunhão”[1], de Paulo Freire, no que diz respeito à essência episteme(epist´hme) do termo comunhão, divulgado, burilado e revestido de uma linguagem educacional pelo aclamado (pela esquerda) professor, pertence ao cristianismo do primeiro século da nossa era. A igreja primitiva cresceu sob a égide da “doutrina dos apóstolos, da comunhão, do partir do pão e das orações” (At.2:42). A palavra comunhão, vem do grego koinonia (koinonia), é derivado de koinê (koinh) que significa comum. Comum, neste caso da relação com koinonia, significa “pertencente a todos ou a muitos”. Veja que coisa linda, é a composição da palavra comum: com-um. Ou seja, é sempre…

  • Livros,  Trilogias

    Perdão

    (No livro Porque José Chorou) Uma lista compilada por uma empresa britânica com as opiniões de mil tradutores profissionais coloca a palavra “saudade”, em português, como a sétima mais difícil do mundo para se traduzir. A relação da empresa Today Translations é encabeçada por uma palavra do idioma africano Tshiluba, falando no sudoeste da República Democrática do Congo: “ilunga”. “Ilunga” significa “uma pessoa que está disposta a perdoar qualquer maltrato pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez”. O que a Bíblia diz sobre o assunto? Jesus falando aos seus discípulos sobre a necessidade de perdoar, é interrogado por Pedro: “Senhor, até quantas…