Expressão de Espiritualidade

A excelência da Palavra: o indivíduo

Na história dos movimentos que tiveram a Bíblia como centro das questões, passa, entre outras coisas, pela busca de uma leitura e interpretação livre, sendo o indivíduo substantivo e verbo do processo. A pregação pastoral não pode, em hipótese alguma, em nome da autoridade espiritual, prescindir a vida devocional do crente que lhe ouve, pois o fundamento da fé cristã repousa sobre o acesso do indivíduo tem à revelação bíblica.

Toda vez que ouço, sobretudo estes pérfidos teólogos de facebook, falarem sobre a sua suposta autoridade bíblica, fazendo citações inócuas, como se fossem palavras mágicas, vejo que é imprescindível o entendimento que a excelência da Palavra passa pelo indivíduo. O Evangelho é liberdade da pessoa, pela pessoa, para só aí haver a possibilidade de vida comunitária:

Portanto, qual a atitude correta, então? Ora, quando vos reunis, cada um de vós tem um salmo, ou uma mensagem de ensino, uma revelação, ou ainda uma palavra em determinada língua e outro tem a interpretação dessa língua. Tudo seja feito para a edificação da Igreja (1 Coríntios 14:26).

Você não pode copiar o conteúdo desta página