Expressão de Espiritualidade

Mercadores da Fé

Hebreus 11 não existe na “Bíblia” dos Mercadores da Fé. Eles criaram a mais perversa forma de se relacionarem com a simplicidade do Evangelho: que vida de sucesso é aquela que é isenta de sofrimento. O sofrimento é inerente a condição existencial do ser humano, independentemente, de ser rico ou pobre, branco ou preto, índio ou cigano, crente ou ateu…

Eles são carismáticos, boa pinta, falam bem, têm largo sorriso, cativam com fina sutileza…mas são implacáveis: o Dr. Hannibal Lecter é fichinha perto da perversidade destes sujeitos! São calvinistas, arminianos, batistas, presbiterianos, luteranos, metodistas, assembleianos, anglicanos, congregacionais, episcopais; são criacionistas, darwinianos, cessacionistas, continuístas, tribulacionistas,  pré-tribulacionismo, média-tribulacionistas, pós-tribulacionismo; são Pré-milenistas, milenistas, pós-milenistas, amilenistas…Criam máscaras para tentar encobrir a simplicidade do Evangelho…mas, não se enganem, senhores Mercadores da fé:

Palavra de Deus não está algemada (2 Timóteo 2:9).

Todavia, os Mercadores da Fé, que são sujeitos de sem afeição natural, que têm  aparência de piedade, mas, lá no fundo da alma, negam o poder (2 Timóteo 3:1-9), um dia terão as suas entranhas pútridas reveladas pela Justiça da Verdade, a justiça do Evangelho.

Os Mercadores da Fé treinaram um grande time de compositores e cantores, para produzir um conteúdo musical que serve apenas para exaltar o antropocentrismo, desfaçado de adoração, a fim de massagear egos doentios de frequentadores de igrejas que não permitem a confrontação inegociável da Palavra de Deus com a nossa maneira de viver.

O Evangelho é simples, mas é confrontador! Claro, no Evangelho tem promessas de sermos abençoados, mas não nega a realidade do sofrimento! Não devemos esquecer que o “refrigerar a alma” é sempre a possibilidade de passarmos “pelo vale da sombra da morte”, não importa, se na ida ou na volta: você pode passar pelo vale da sombra da morte e ter a alma refrigerada; ou pode ter a alma refrigerada e passar pelo vale da sombra da morte…

O Evangelho é simples, mas é desafiador: renúncia diária!

Senhores Mercadores da fé, não vos enganeis:

Pois, com toda a certeza, vem o Dia, em fogo ardente, mais que uma fornalha! Todos os arrogantes e todos os maldosos queimarão como palha seca na fogueira, e aquele grande Dia vem se aproximando depressa; não sobrará raiz nem ramo algum! Assevera o SENHOR dos Exércitos (Malaquias 4:1).

Deixe o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: