Até quantas vezes devemos perdoar?

(No livro Porque José Chorou)

Uma lista compilada por uma empresa britânica com as opiniões de mil tradutores profissionais coloca a palavra “saudade”, em português, como a sétima mais difícil do mundo para se traduzir.

A relação da empresa Today Translations é encabeçada por uma palavra do idioma africano Tshiluba, falando no sudoeste da República Democrática do Congo: “ilunga”. “Ilunga” significa “uma pessoa que está disposta a perdoar qualquer maltrato pela primeira vez, a tolerar o mesmo pela segunda vez, mas nunca pela terceira vez”.

O que a Bíblia diz sobre o assunto? Jesus falando aos seus discípulos sobre a necessidade de perdoar, é interrogado por Pedro: “Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu hei de perdoar? Até sete?”(Mateus 18:21) Muito embora Pedro tenha sugestionado a resposta (até sete), Jesus dimensiona o perdão de uma forma esplêndida: “Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete; mas até setenta vezes sete” (Mateus 18:22). Jesus com isto deixa claro que o perdão é algo incondicional e, neste caso, está acima do tempo e do espaço. O evangelista Lucas vem deixar a questão mais evidente ainda: “Mesmo se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; tu lhe perdoarás” (Lucas 17:4). Portanto, se for o caso, alguém necessitar de setenta vezes sete ao dia de perdão, devemos perdoar-lhe.

Certamente que, quando alguém que fala o idioma Tshiluba tem um encontro com Jesus Cristo, o sentido de perdão para ele é redimensionado de “até duas vezes” para incondicionalmente até setenta vezes sete ao dia. Por isto é que afirmamos que cristianismo não é simplesmente uma mera religião, é estilo de vida; ele redimensiona nossa cosmovisão, e, por conseguinte, na postura cultural.

Só Cristo, com sua mensagem de amor e perdão, pode mudar as concepções humanas de intolerância, para uma vida de compreensão, renúncia, paz e equidade.

Que Deus, caro leitor, lhe conceda sempre de sua graça maravilhosa, e que tenha uma oportunidade de ter um encontro salvífico com Cristo Jesus, o Salvador.

Facebook Comments