Diversos

Missio Dei: A dinâmica do Verbo que se fez carne.

A vida sempre requereu e sempre requererá atualizações de todos os seres vivos! Isto ocorre porque existe uma dinâmica, pois a existência não é estática, nem na morte. Há um movimento permanente de transformação. Uma simples e leve brisa que sopra já é o suficiente para produzir mudanças por onde ela passar. É assim em tudo na vida.

Nós, seres humanos, somos das espécies de seres vivos, a que mais necessita de perceber as mudanças. Esta necessidade se faz necessária por vários motivos, entre eles, um dos mais fortes, é a nossa necessidade de agrupamento, de vivermos em sociedade. Mas, ao tempo que esta necessidade de viver em grupo nos mantêm vivos, é ela, paradoxalmente, é o ambiente das crises, dos conflitos, das mudanças. Mas é natural, pois é critério para a manutenção da espécie.

Na vida cristã não é diferente! Deus é o Deus da revelação! E a revelação, no seu aspecto teológico, é um elemento dinâmico da ação Deus, tendo para parâmetro regulamentador a supremacia da Palavra.

Nesta dinâmica da vida cristã, a Missio Dei é o aspecto essencial que se revela no mistério que ao longo dos séculos esteve oculto (Romanos 16:25; Efésios 3:9; Colossenses 1:26), mas o Eterno o revelou no Verbo que se fez carne (João 1;1,14), expondo a dinâmica do seu amor que oferece vida em abundância (João 3:16; 10:10).

Você não pode copiar o conteúdo desta página