Expressão de Espiritualidade

Caminhos

A meu ver, existem dois caminhos pelos quais passamos por lutas, provas e tribulações. Um é o caminho da vontade permissiva ou decretiva do Eterno, o outro é o caminho da lei da semeadura. No primeiro ficamos sob total e absoluta dependência dEle, mas há sempre o Caminho para Moriá, no segundo ficamos sob total e absoluta dependência dos nossos atos: “Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna” (Gálatas 6:8). Em ambos há atos: no primeiro, o ato de caminho o Caminho de Deus, no segundo ato de escolher que tipo de semente queremos semear.

Se escolhemos caminhar o Caminho da Soberania (decreto ou permissiva), quer com Abraão, quer com Jó, por um lado há Moriá, em ambos haverá o escape. Em Abraão temos cordeiro das árvores (Gênesis 22:11-13); em Jó temos o cheiro das águas (Jó 14:7-9). Ambos os caminhos estão amparados pelo caráter moral e divino de Deus: “Justiça e juízo são a base do teu trono; misericórdia e verdade irão adiante do teu rosto” (Salmos 89:14)

Você não pode copiar o conteúdo desta página